Dólar com. 5,218
IBovespa 2,00
12 de agosto de 2020
min. 23º máx. 26º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Apresentadores pré-candidatos devem se afastar da função em rádio e TV
19/03/2020 às 13h36

Política

Líder da maioria anuncia que estado de calamidade será votado amanhã

Medida foi aprovada ontem pela Câmara dos Deputados

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O líder da maioria no Senado, Eduardo Braga (MDB–AM), anunciou, pelo Twitter, nesta quinta-feira (19), que a Casa votará até amanhã (20) o pedido do governo federal para declaração de calamidade pública no país, com ou sem o sistema remoto de votação.

Na postagem, Braga disse que em conversa hoje (19) com o presidente em exercício do Senado, Antonio Anastasia (PSDB-MG), e com o líder do governo na Casa, Eduardo Gomes (MDB-TO), a apreciação da medida foi acertada.

“Acertamos que até as 11h de amanhã (20), com ou sem sistema remoto de votação, aprovaremos o Decreto de Calamidade Pública por entendimento ou contrasenha por telefone”, disse o senador.

O sistema de deliberação remoto da Casa foi prometido para amanhã (20), conforme anunciado pelo presidente em exercício do Senado na última terça-feira (17). Inédito no Parlamento brasileiro, ainda não há detalhes de como a plataforma vai funcionar na prática.

Ontem (18), em sessão presencial, com o plenário esvaziado, os deputados, por votação simbólica, aprovaram o pedido do governo federal para declaração de estado de calamidade pública no país. O projeto será encaminhado para votação no Senado e precisa de pelo menos 41 votos para ser aprovado.

Exames

Diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, passou por exames ontem à noite (18) no Hospital Sírio Libanês, em Brasília. Segundo a assessoria do parlamentar, ele foi submetido a uma tomografia para acompanhar a evolução da infecção.

“Por recomendação médica, Davi Alcolumbre ficou em observação no local e recebeu alta na manhã desta quinta-feira (19). O presidente do Senado permanecerá em casa, em isolamento, de acordo com as orientações médicas”, diz nota divulgada à imprensa.


Fonte: Agência Brasil

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]