Dólar com. 5,218
IBovespa 2,00
14 de agosto de 2020
min. 21º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel ANS obriga planos de saúde a incluírem teste sorológico da covid-19
08/07/2020 às 09h16

Geral

É falso que hospitais recebem recursos por morte registrada por coronavírus

Em nota, o Ministério da Saúde confirma que não há repasse de verbas por mortes registradas, desmentindo a informação falsa

Agência Alagoas

Tem circulado em grupos de WhatsApp em Alagoas um vídeo no qual um homem, não identificado, mostra o atestado de óbito de uma pessoa que teria falecido com suspeita de Covid-19 e diz que o laudo médico teria sido fraudado para que o hospital, sem dizer de qual estado, recebesse R$ 18 mil pelo registro do óbito como sendo causado pelo novo coronavírus. A informação é falsa.

"Ele infartou dormindo, tem um bocado de causa-morte e no final o médico botou suspeita de Covid-19. É mentira isso aqui, o senhor de idade apenas sofreu um infarto. Aí depois eu conversei com o médico na boa, ele me disse que é porque toda vez que sai esse tipo de laudo com esse tipo de morte o hospital ganha R$ 18 mil”, diz um trecho do vídeo.

Em nota, o Ministério da Saúde confirma que não há repasse de verbas por mortes registradas, desmentindo a informação falsa do vídeo, e afirma ainda que todos os recursos repassados são para ações e serviços públicos de saúde em geral.

"O Ministério da Saúde informa que não repassa verba para registro de morte. Esta verba é usada por secretarias estaduais e municipais de saúde para custeio dos serviços, aquisição de insumos básicos para o funcionamento dos postos de saúde e de hospitais, por exemplo, além de proporcionar equipamentos e recursos humanos a estados e municípios”, explicou o órgão.

A resposta do órgão é respaldada pela publicação do Diário Oficial da União, de 07 de fevereiro de 2020, que estabelece as diretrizes para a gestão das medidas de enfrentamento ao coronavírus neste período.

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) explicou que parte dos recursos que chegam ao Estado é destinada à testagem de pacientes, a ações para combater a propagação do novo coronavírus e ao tratamento das pessoas já diagnosticadas. Nenhum recurso é decorrente das mortes registradas pela doença.

Ainda de acordo com a Sesau, qualquer cidadão pode conferir a origem dos recursos recebidos e onde estão sendo aplicados, por meio de uma página exclusiva dentro do Portal da Transparência.

“As informações podem ser acessadas por todos os cidadãos alagoanos. Para facilitar a navegação do usuário, a Controladoria-Geral do Estado (CGE) implantou uma melhoria no site: todos os investimentos referentes à Covid-19 foram agrupados em uma página exclusiva, que pode ser acessada por meio do menu do Portal da Transparência”, disse a secretaria em nota.

Alagoas Sem Fake

Com foco no combate à desinformação, a editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique aqui para enviar agora.


Fonte: Agência Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]