Dólar com. 5,218
IBovespa 2,00
12 de agosto de 2020
min. 23º máx. 26º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Apresentadores pré-candidatos devem se afastar da função em rádio e TV
26/03/2020 às 22h45

Geral

MVV disponibiliza serviço de atendimento clínico remoto para apoio no diagnóstico do COVID-19 em Arapiraca e Craíbas

Por meio do serviço, que funcionará 24h, os cidadãos poderão tirar dúvidas com profissionais de saúde sobre sintomas e receber as primeiras orientações

A Mineração Vale Verde (MVV), em parceria com as prefeituras de Arapiraca e Craíbas (AL), implantou um serviço de atendimento clínico remoto para que os cidadãos possam tirar dúvidas e receber orientações de profissionais de saúde sobre o novo coronavírus (COVID-19).

A ferramenta "Eu Saúde 24 horas" faz parte do conjunto de medidas adotadas pela empresa para contribuir na prevenção da contaminação na região agrestina. Desde o começo da pandemia, a MVV segue as recomendações dos órgãos nacionais e da Organização Mundial de Saúde (OMS) no combate a proliferação do COVID-19.

O serviço funcionará de maneira acessível, por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, durante 24 horas por dia. Após uma triagem eletrônica, o usuário será atendido por um agente de saúde capacitado, médicos e enfermeiros, que irão tirar dúvidas e prestar orientações. Os agentes também poderão orientar o cidadão para ir até uma unidade de saúde, conforme os sintomas relatados.

"O serviço visa orientar a população, contribuir para o rápido diagnóstico e afastamento, quando indicado, além de evitar corridas desnecessárias às unidades de saúde, reduzindo assim a pressão no sistema público de saúde e a exposição daqueles que precisam de orientação, já que não precisarão ir a uma unidade de saúde em um primeiro momento", afirma Silvio Lima, diretor de Assuntos Corporativos e Pessoas da MVV.

Desde que as primeiras medidas de combate à disseminação do COVID-19 foram anunciadas pelas autoridades, a mineradora tomou uma série de iniciativas baseadas nas melhores práticas e recomendações dos profissionais de saúde. Dentre elas: cancelamento de eventos e viagens e reforço da higienização de todos os ambientes e da frota de veículos, ainda direcionando parte dos seus empregados para realizar suas atividades em casa (home office).

Em linha com as demandas das comunidades vizinhas ao empreendimento, a empresa mantém suas equipes em constante contato com as autoridades locais para trabalhar em conjunto com os municípios onde atua. Além disso, providenciou, em caráter de urgência, a aquisição de itens como máscaras cirúrgicas e termômetros digitais com infravermelho que serão repassados aos municípios, a despeito dos desafios logísticos e da corrida contra o tempo para adquirir esses produtos no mercado.

A MVV, alinhada com os seus valores, acredita que neste momento a união de esforços é ainda mais crucial para amenizar impactos e garantir a saúde diante desse desafio global.

SOBRE A APPIAN

Desde 2018, 100% do capital da MVV pertence a um fundo de investimentos administrado pela Appian Capital Advisory LLP focado em mineração. O fundo também possui um ativo no Brasil no município de Itagibá (BA), denominado Atlantic Nickel, tendo foco na produção de concentrado de níquel sulfetado, com capacidade nominal de 120 mil toneladas/ano e que voltou a operar em janeiro de 2020. Sediada em Londres, a Appian possui ainda escritórios em países como África do Sul e Canadá.


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]