Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
20 de abril de 2019
min. 25º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Justiça decreta prisão de três pessoas pelas mortes na Muzema
18/03/2019 às 14h30

Geral

Estudantes da Ufal aprovam trabalhos em eventos internacionais

Pibid de Geografia teve aprovações na Ufal e em Portugal

Membros do Pibid Geografia da Ufal. - Arquivo Pessoal

Composto por 17 estudantes, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) do curso de Geografia da Universidade Federal de Alagoas aprovou trabalhos em dois eventos internacionais, em Alagoas e Portugal. O grupo é coordenado pela professora Jacqueline Praxedes de Almeida e supervisionado pelos professores colaboradores Denis Rocha, Joaquim Alexandre Moreira e Maria Izabel Correia.

O primeiro evento foi a 6ª Semana Internacional de Pedagogia (SIP), sediado pelo Centro de Educação (Cedu) da Ufal em dezembro de 2018. Na ocasião, oito trabalhos realizados pelos estudantes do Pibid de Geografia foram aceitos.

Os alunos também se destacaram fora do Brasil. Os cinco trabalhos inscritos no 4º Encontro Luso-Brasileiro de Trabalho Docente e Formação de Professores, que acontece entre os dias 3 e 5 de junho deste ano, na Universidade de Lisboa, foram aprovados com êxito.

Para a professora Jacqueline Praxedes de Almeida, coordenadora do Pibid de Geografia, a aprovação dos trabalhos dos estudantes nesses eventos mostra o nível das produções que estão sendo desenvolvidas pelo grupo.

“[As aprovações] representam a importância desse programa para a formação de professores pesquisadores e de profissionais que compreendem a escola como um espaço não só de aquisição de conhecimentos, mas um ambiente que, através da interligação entre o aprendizado e o cotidiano dos alunos, possibilita a construção de indivíduos críticos que conhecem e compreendem sua realidade, sendo assim, capazes de transformá-la”, afirmou a docente.

Juliano Pereira foi um dos bolsistas de Iniciação à Docência que tiveram trabalhos aprovados. Ele afirma que a participação no Pibid tem sido um diferencial em sua formação, já que a troca de experiências possibilita pensar em um ensino de Geografia inovador.

“Conhecer e participar das ações escolares, que farão parte do meu cotidiano, sem dúvidas está sendo muito positivo para meu amadurecimento profissional. Esse processo de produção está sendo um período de grande aprendizagem e, ter nossa produção acadêmica aprovada em eventos internacionais é o sinal de que estamos no caminho certo e que podemos fazer muito mais”, declarou o estudante.

Contribuições

Muito mais do que aprovações internacionais, a produção de trabalhos agrega experiências para os estudantes, segundo os professores que supervisionam o grupo. Para Maria Izabel e Denis Rocha, produzir é importante na formação dos professores, já que possibilita a integração entre a teoria e a prática, além de renovar a motivação na busca por uma ação pedagógica inovadora e significativa.

Com orgulho, a bolsista Diva Cristina relata que é gratificante perceber que o resultado dos trabalhos feitos de forma dinâmica com os alunos deu certo, e que passos como esse colaboram para uma educação de qualidade.

“É uma oportunidade única que contribui para meu crescimento profissional e pessoal, as leituras e discussões em grupo estimulam as ideias e enriquecem o aprendizado, é um programa muito interessante porque aproxima o graduando do cotidiano e da comunidade escolar, assim é possível trabalhar com a teoria e a prática”, alega.


Fonte: Ascom Ufal

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]