Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
24 de maio de 2019
min. 26º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Pinheiro: cadastro para saque do FGTS segue até esta sexta
14/03/2019 às 23h30

Geral

Cinco dicas de alimentação para manter os rins saudáveis

Diabetes e hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, são alguns dos responsáveis pelo desenvolvimento de doença renal crônica; saiba como prevenir o problema

Os rins desempenham algumas funções vitais no corpo humano. Eles são responsáveis por filtrar o sangue e eliminar as toxinas pela urina, além de regularem a concentração de algumas substâncias como o sal e de equilibrarem a pressão sanguínea. E para manter o bom funcionamento desses órgãos, uma alimentação adequada faz toda a diferença.

"Diabetes e hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, são alguns dos responsáveis pelo desenvolvimento de doença renal crônica. Uma dieta saudável contribui, portanto, para a prevenção ou auxilia no tratamento dessas doenças, melhorando o funcionamento dos rins", explica João Egídio Romão Junior, um dos chefes de equipe da especialidade de Nefrologia da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

O nefrologista dá algumas dicas para manter o bom funcionamento dos rins:

1. Beber cerca de 2 litros de água por dia. A cor da urina é um sinal para saber se está ingerindo a quantidade certa de água. Se estiver escura, beba mais água.

2. Consumir menos sal para evitar pressão alta. O aumento da pressão sanguínea afeta as veias e artérias, diminuindo a capacidade de filtração renal.

3. Reduzir o consumo de proteínas para diminuir a chance de formar pedras nos rins.

4. Incluir frutas cítricas na dieta porque elas impedem a formação de pedras nos rins.

5. Ingerir menos açúcar e gordura para não ter sobrepeso e desenvolver diabetes e hipertensão, doenças que podem desencadear problemas renais.

"Além de uma dieta saudável, é importante o acompanhamento com um especialista porque, muitas vezes, as doenças renais não apresentam sintomas e o diagnóstico precoce é fundamental para não comprometer o funcionamento dos rins", ressalta o nefrologista.


Fonte: Notícias ao Minuto

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]