Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
25 de maio de 2019
min. 22º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Justiça bloqueia R$ 3,57 bilhões do MDB, PSB, políticos e empresas
20/02/2019 às 23h00

Geral

Excesso de exercícios físicos pode causar colapso no seu coração

Especialista explica os riscos cardiovasculares do overtraining

Divulgação

Para garantir um coração forte e saudável é necessário, entre muitas coisas, criar uma rotina de exercícios físicos. Segundo diretrizes americanas, deve ser de pelo menos 30 minutos por dia de atividades de baixa a média intensidade ou treinos mais intensos, três vezes por semana. Mas assim como tudo na vida, também é preciso exercitar-se com moderação para evitar a chamada "síndrome de overtraining".

Segundo o cirurgião cardiovascular Marcelo Sobral, a síndrome pode levar o coração a um verdadeiro colapso. "Quando o esportista costuma realizar treinos muito intensos e repetitivos, ele causa um alto nível de estresse no organismo, levando a um fenômeno perigoso caracterizado pela perda da capacidade imunológica, alterações de sono, lesões, dores musculares, fadiga recorrente e mau-humor", explica Sobral.

Dessa forma, com o intuito de fortalecer o corpo a qualquer custo, o esportista acaba enfraquecendo as defesas do organismo e tornando-se mais vulnerável à infecções, doenças metabólicas e distúrbios cardíacos, segundo o cirurgião. "O maior erro de quem decide intensificar os exercícios é não fazer um check-up médico antecipadamente, além de não contar com a orientação de um preparador físico habilitado", afirma o especialista.

De acordo com Sobral, os treinamentos intensos e exagerados também podem causar a redução da frequência cardíaca, sinal de que o coração está se adaptando a sobrecarga de adrenalina; hipertrofia do miocárdio, quando o músculo cardíaco aumenta para melhorar a performance e se adaptar ao alto fluxo sanguíneos, além de sopros e arritmias, resultado do desgaste e alteração nas estruturas cardíacas, que podem levar fatalmente a um mal súbito.

"A receita para evitar o overtraining é exercitar-se com moderação. Fazer pausas entre os treinos é fundamental, assim como intercalar exercícios leves, moderados e intensos na rotina de treinos, sempre respeitando seus limites e seu quadro clínico. Com treinos personalizados é possível alcançar seu objetivo, sem colocar sua saúde em risco", conclui o especialista.


Fonte: Notícias ao Minuto

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]