Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
25 de abril de 2019
min. 26º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Justiça nega danos morais a Olavo Calheiros por suposta notícia difamatória
12/02/2019 às 09h14

Geral

Justiça realiza mutirão de conciliação envolvendo cooperativa financeira

Foram pautados 350 ações judiciais para conciliação no Fórum da Capital, durante esta semana e até terça-feira (19)

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc Processual) do Fórum da Capital realiza mutirão de conciliação de processos envolvendo a cooperativa financeira Sicredi Alagoas e seus clientes, durante toda esta semana e a ainda na semana que vem, até a terça-feira (19). Foram pautados 350 ações para o período.

Além do juiz José Miranda Santos Júnior, que é coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), participam da ação os magistrados Leandro Folly, Maysa Bezerra e Luciana Sampaio. Eles são integrantes do Nupemec e atuam no dia a dia do Cejusc, alternadamente.

Esses casos já estão judicializados, mas para reduzir a entrada de processos na Justiça, o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) vai instalar um Cejusc nas dependências da própria Sicredi, localizada no bairro Mangabeiras, em Maceió.

O objetivo é fazer com que os cooperados possam negociar suas dívidas com a instituição financeira. A estrutura será inaugurada nesta sexta-feira (15), às 14h. O convênio entre TJAL e Sicredi foi assinado em janeiro pelo presidente do TJAL, Tutmés Airan de Albuquerque Melo.


Fonte: Dicom TJ/AL

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]