Dólar com. R$ 4,132
IBovespa +1,58%
16 de dezembro de 2018
min. 25º máx. 30º Maceió
sol com poucas nuvens
Agora no Painel Ministério Público afirma que João de Deus já é considerado foragido
12/10/2018 às 10h15

Geral

Semscs implanta ferramentas tecnológicas para agilizar processos

Reunião com fiscais de posturas definiu aplicação das ferramentas. Foto: Assessoria

Otimização e mais agilidade nos processos. A implantação de ferramentas a serem utilizadas para melhoria dos procedimentos da fiscalização de posturas foi tema de reuniões na sede da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), durante esta semana.

A iniciativa é resultado do curso de ferramentas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Gestão Pública, ministrado pelo servidor Wanderson Valença e oferecido pela Escola de Formação e Desenvolvimento de Pessoal do município, vinculada à Secretaria Municipal de Gestão (Semge). O instrutor explica que os principais objetivos são “a utilização de ferramentas online e colaborativas na gestão de tarefas e projetos, além de executar as atividades de forma compartilhada contando com a participação de outros membros da equipe”.

Para ele, existe um grupo de pessoas que está sempre desenvolvendo novas ferramentas, mas parece que existe uma lacuna entre quem desenvolve e quem precisa utilizar. “É aí onde queremos ajudar as pessoas a conhecer essas ferramentas que estão disponíveis, mas não são utilizadas”, diz.

Na avaliação do professor, a prática do que foi ministrado no curso vai facilitar e dar agilidade ao trabalho das equipes de fiscalização de posturas. “O objetivo principal é a população. Quando pensamos que o servidor vai desenvolver sua atividade de trabalho com mais efetividade, consequentemente ele vai atender cada vez melhor à sociedade”, completa.

Segundo a coordenadora geral de Fiscalização de Posturas, Elisangella Melo, a utilização das ferramentas mostradas durante o curso dará celeridade aos trabalhos dos fiscais de posturas em campo, bem como nos procedimentos internos na própria secretaria. “Os fiscais que precisam ir a campo, e depois levar o processo à Semscs e lançar no computador, vão poder fazer isso por meio de um telefone celular que tenha acesso à internet”, destaca.

A coordenadora ressalta que o trabalho de gestão e controle dos processos será facilitado, podendo ser feito em tempo real.  “A partir do momento que colocamos a tecnologia a favor de um serviço que é feito no campo, nós encurtamos o tempo de resposta ao solicitante daquela demanda”, conclui.


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2018 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]