Dólar com. 5,366
IBovespa -1,18
22 de outubro de 2020
min. 25º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Bolsonaro nomeia Kassio Nunes Marques como ministro do STF
17/10/2020 às 14h00

Entretenimento

Jornalistas se revoltam com prorrogação de redução salarial da RedeTV!

Divulgação

A RedeTV! enviou aos funcionários nesta sexta-feira (16) uma proposta de acordo que prorroga a diminuição do salário em 25%. Segundo informações do Notícias da TV, os jornalistas da emissora ficaram revoltados com a situação de 8 meses no corte das verbas e fizeram uma carta em que denunciam estar sendo coagidos a aceitar a mudança sob pena de demissão.

A medida foi adotada pela RedeTV! por causa da crise econômica causada pela pandemia e, em nota enviada ao Notícias da TV, a emissora afirma que a redução faz parte de uma proposta do Governo Federal. “Qualquer interpretação diferente dessa é apenas uso político pelo sindicato de uma realidade que atinge o país e o mundo.”

Foi realizada uma assembleia com os jornalistas da emissora, em que eles decidiram não assinar os contratos com a redução salarial. Uma carta aberta dos funcionários foi divulgada: “É importante frisar e denunciar que nós temos nos sentido coagidos a assinar esses aditivos contratuais sob ameaça e aceno de que quem não o fizer será demitido. Não podemos aceitar mais esse corte nos vencimentos sob pena de passarmos quase o ano inteiro com rendimentos reduzidos.”

“Se aceitarmos mais essa redução, ao final de 2020, a RedeTV! terá deixado de pagar R$ 6.860,16 para cada um dos jornalistas que ganha em média, com as duas horas extras, o piso de R$ 3.375,59 por mês, mas passa a receber R$ 2.613,35 durante oito meses de redução, com mais um décimo terceiro também menor”, completaram. O Sindicato dos Jornalistas se posicionou, reclamando da medida adotada pela emissora, que é grande e deveria ter o suficiente para fazer o reajuste dos salários depois de alguns meses.


Fonte: Isto É

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]