Dólar com. 5,386
IBovespa 1,13
30 de maio de 2020
min. 24º máx. 27º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial a partir de hoje
16/05/2020 às 15h30

Entretenimento

Premiado filme alagoano ficará disponível em exibição online por um mês

‘Ilhas de Calor’, do cineasta Ulisses Arthur, foi gravado em Viçosa e elenco é formado por estudantes e professores

Reprodução

O cotidiano de estudantes da rede pública, as expressões e particularidades na vida dos adolescentes e a luta contra preconceitos no ambiente escolar ganharam destaque no curta “Ilhas de Calor”, do jovem cineasta alagoano Ulisses Arthur.

Gravado inteiramente em ambiente escolar, na cidade de Viçosa, e com elenco formado por estudantes e professores da rede municipal de ensino, Ilhas de Calor ganhou salas de cinema de todo país, conquistou prêmios e foi sucesso na crítica cinematográfica.

Agora qualquer pessoa pode assistir o curta do conforto do lar, no sofá da sala, pois Ilhas de Calor está disponível gratuitamente no Site Porta curtas, até o fim de maio. Ilhas de Calor também concorre ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, e pode ser assistido através do seguinte link: http://www.portacurtas.org.br/filme/?name=ilhas_de_calor&fbclid=IwAR21fexyYfYTZo6wzBOLCqLdUJAgj0xOx94GHFhkqwyydK86O8uZ67MoKA4

Sobre o filme:

Bem avaliado pela crítica, considerado “uma lufada de esperança” no ambiente da educação, Ilhas de Calor ganho prêmios no Festival Janela Internacional do Recife e no Festival de Cinema do Ceará. O curta conta a história de Fabrício, um jovem que sofre bulling na escola, devido a sua orientação sexual, mas que não baixa a cabeça e se deixa afetar pelas adversidades. Fabrício tem um grupo de rap com as amigas e utiliza suas rimas para provocar os meninos. Ele está apaixonado e guarda esse segredo só pra si, mas logo logo o muro invisível da paixão vai se estilhaçar.

Arthur Ulisses conta que a ideia do filme surgiu após ele encontrar um poema que escreveu quando era estudante do ensino fundamental. Foi a partir daí que surgiu uma história contada organicamente, com partes da infância de qualquer adolescente em fase escolar, com os dramas dos jovens que desabrocham para a vida adulta, para o amor e para a força da amizade.


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]