Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
27 de fevereiro de 2020
min. 26º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Governo federal reconhece emergência em Alagoas
14/02/2020 às 18h35

Economia

Asplana e Sindaçúcar-AL discutem mudanças e avanços do setor canavieiro

Divulgação

Os presidentes da Associação dos Produtores de Cana de Alagoas (Asplana), Edgar Filho, e do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas (Sindaçúcar-AL), Pedro Robério Nogueira, estiveram reunidos nessa quinta-feira (13) para debater as pautas sobre o setor canavieiro do estado. 

Durante o encontro, que ocorreu na sede do Sindaçúcar-AL, foram discutidos os avanços melhorias para o avaço do setor em Alagoas. Para o presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, alinhar as demandas é um ponto importante. "Durante o encontro conseguimos discutir a inserção dos fornecedores de cana no Plano de Irrigação que será apresentado ao Governo Federal. Esses encontros são fundamentais para o soerguimento da cana no estado, sendo também um mecanismo harmonioso entre as classes", apontou Nogueira.

Outra pauta da reunião foram as mudanças no Conselho dos Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE), que visam a atualização dos preços de produção que são utilizados na fórmula que estabelece o valor do Açúcar Total Recuperado – ATR. “Esse é um assunto que já vem sendo conversado pelos representantes do setor há um tempo. Estamos pleiteando os fornecedores de cana com essa atualização que desde 2005 não acontece, tornando os preços defasados. Tivemos mais uma rodada dessa conversa, que é uma negociação que irá beneficiar os dois lados e que envolve técnicos da Asplana e do Sindaçúcar”, afirmou Edgar Filho.   

Análise do setor

Os presidentes da Asplana e do Sindaçúcar-AL também evidenciaram as ações realizadas pelos dois órgãos que atuam diretamente no fomento da atividade canavieira em Alagoas. “Discutimos sobre os avanços alcançados no Estado, como a redução do ICMS, que foi uma parceria da Asplana com o Sindaçúcar. Abordamos também a realidade de nossas usinas, que estão conseguindo funcionar de uma forma melhor, com os pagamentos acontecendo sem atrasos. Além disso, falamos sobre o fechamento da safra deste ano, que teremos um acréscimo de moagem comparado a 2019”, declarou o presidente da Asplana.

Ainda sobre a safra de cana 19/20, dados apontam que o valor total de moagem está se aproximando dos 17 milhões, superando os números do ano passado, que fechou nos 16 milhões. “Este ano passamos por meses de estiagem, afetando diretamente na nossa expectativa, que esperava uma moagem de 18 a 19 milhões, mas estamos conseguindo superar as dificuldades. Os preços do açúcar estão reagindo, tanto no mercado interno, como no mercado internacional, e nossa perspectiva é que tenhamos preços melhores na safra que vem”, revelou Edgar Filho.


Fonte: BCCOM Comunicação

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]