Dólar com. 5,218
IBovespa 2,00
07 de agosto de 2020
min. 22º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Covid-19: Brasil tem 98,4 mil mortes e 2,9 milhões de casos
24/07/2020 às 11h42

Blogs

De olho em 2022


Aproximação & Afastamento

Enquanto aumenta sua relação com o Centrão, Jair Bolsonaro vai se afastando no Congresso de aliados.  Os radicais não conseguiram atender ao desejo do Planalto de conter a aprovação do Fundeb. 

Votações estratégicas

Duas votações consideradas estratégicas se aproximam. A de renovação do fundo emergencial, que vem segurando a popularidade do presidente na casa dos 30%, e a da reforma tributária, cujos termos o governo deseja ditar. A primeira afastada foi a vice-líder Bia Kicis, ligada ao movimento Escola sem Partido.

"Dando ouvidos"

No Palácio, Bolsonaro tem ouvindo com frequência os ministros Paulo Guedes, da Economia, Fernando Azevedo, da Defesa, e Fábio Faria das Comunicações. 

Substituição

Outro nome que deve ser trocado é o Major Vitor Hugo, substituído por Ricardo Barros, ex-ministro de Michel Temer, que pertence ao PP.  Bolsonaro procura para seu atual líder na Câmara um cargo que lhe conceda algum prestígio. Vitor Hugo não se entende com o secretário de Governo Eduardo Ramos. O presidente da Câmara trabalha pela não substituição de Vitor Hugo. Para Rodrigo Maia a troca fortaleceria o Planalto.


*Com informações da Folha, Estadão e O Antagonista


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]