Dólar com. 5,347
IBovespa 2,05
08 de julho de 2020
min. 24º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021
28/04/2020 às 11h38

Blogs

Lealdade a Bolsonaro


Primeiras Intenções

A intenção de Bolsonaro era nomear o secretário-geral da presidência Jorge Oliveira para o Ministério da Justiça e Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal. Ambos são pessoas que gozam da intimidade do presidente e de sua família. 

"Reforçando" Moro

Assessores próximos ao presidente alertaram que tais nomeações poderiam reforçar o discurso do ex-ministro Sérgio Moro,ao deixar a pasta da Justiça. Moro, em seu discurso de despedida do ministério, acusou Bolsonaro de querer intervir politicamente na PF.

"Em cima da hora"

Em cima da hora, Bolsonaro mudou uma de suas preferências. O novo ministro da Justiça é André Luiz Mendonça,até ontem advogado-geral da União. A nomeação de Mendonça e de Ramagem (para o comando da PF) foram publicadas hoje no Diário Oficial da União.

Lealdade e admiração

O novo ministro da Justiça possui um currículo mais encorpado que o de Jorge Oliveira, é igualmente leal a Bolsonaro e passa a ser um forte candidato à uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). André Ramagem´, além de admirador de Bolsonaro, é muito próximo do filho "Zero Dois", Carlos , e passará a comandar as investigações da PF, inclusive as que estão próximas dos filhos do presidente.


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]