Dólar com. 5,347
IBovespa 2,05
08 de julho de 2020
min. 24º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021
12/04/2020 às 11h54

Blogs

Para presidente do Senado o "governo acabou"

Presidente da Câmara tem coordenado reuniões políticas para avaliação do governo federal diante da pandemia


Reuniões e ... reuniões

Sob coordenação da  Presidência da Câmara, diversas reuniões políticas tem acontecido tendo como pauta principal a avaliação do governo federal diante da pandemia. Algumas dessas reuniões contaram com a presença da cúpula do Senado Federal, líderes partidários e ministros de tribunais e, segundo informações de interlocutores, o presidente do Senado Davi Alcolumbre tem elevado o tom, em seus pronunciamentos, contra o presidente Jair Bolsonaro. Chegou a afirmar, numa dessas reuniões na casa de Rodrigo Maia, que o "governo acabou". "A diferença é saber se ele chega a 2022".

Avaliações presentes e futuras

Nos bastidores do Congresso na há indícicos de nenhuma movimentação direta contra Bolsonaro. Há de se levar em conta que o presidente ainda conta com uma popularidade em torno de 30%, segundo pesquisas recentes Datafolha, embora 51% dos brasileiros acreditam que Bolsonaro mais atrapalha do que ajuda no combate a Covid-19. A avaliação da cúpula do Congresso é a de que o governo deve sucumbir as consequências da pandemia, sem possibilidade de tocar as principais reformas estruturantes e projetos de segurança pública, dois "carros-chefes" da gestão de Bolsonaro. Na avaliação de alguns congressistas os ministros Paulo Guedes(Economia) e Sergio Moro ( Justiça e Segurança Pública) já se conscientizaram que seus projetos tornaram-se inviáveis , pois qualquer recurso pós crise deverá ser usado para recuperar a economia.Interlocutores de congressistas comentam que já rola discussão, reservada, sobre a hipótese de um "semipresidencialismo" num futuro governo. 

Senado ou STF?

Para boa parte dos congressistas cabe ao Senado, e não ao STF, desaprovar eventuais decretos de Bolsonaro que terminassem com o isolamento e distanciamento social, muito embora o ministro Alexandre de Moraes já tenha proibido, desde a semana passada a edição de projetos governamentais que derrubassem decretos dos governadores que determinem o isolamento.

Desmentindo  o desmentido

A assessoria do presidente do Senado, negou que Alcolumbre tenha feito a avaliação de que "o governo acabou". Entretanto a afirmação do senador foi confirmada à revista Veja por outros participantes da reunião. Segundo sua assessoria, Alcolumbre "afirma que está focado em garantir a votação de medidas que possam mitigar as perdas decorrentes da pandemia de Covid- 19 e preocupado com a ameaça à vida de milhares de brasileiros"


*Com informações de Veja, Poder 360 e G1


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]