Dólar com. R$ 4,132
IBovespa +1,58%
15 de novembro de 2018
min. 25º máx. 28º Maceió
nublado
Agora no Painel Prestações de contas eleitorais devem ser apresentadas até este sábado
15/10/2018 às 12h56

Blogs

A "Peste Golpista"

Assessoria/Divulgação


“Peste Golpista”

Em Recife, o candidato a presidente da República, Ciro Gomes (foto), explicou em um comício porque não apareceu em Alagoas no período eleitoral.

É que seu partido, o PDT, fez coligação em Alagoas com o MDB do senador Renan Calheiros, a quem Ciro chamou publicamente de “peste golpista” e, portanto, estaria evitando ser fotografado ao lado do senador alagoano.

Pelas bandas de cá, o PDT passa muito bem obrigado no governo de Renan Filho e longe de se incomodar com o voto do pai do governador no impeachment de Dilma Rousseff.

Nada como uma boa acolhida no poder para se esquecer dos embates ideológicos na política.

Segundo turno

A prevalecer os números das pesquisas de intenção de voto, vai dar segundo turno na eleição presidencial. E a tendência é irem para essa disputa Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL). Resta saber para quem migrarão os votos de Marina Silva, Ciro Gomes, Guilherme Boulos, Geraldo Alckmin, João Amoedo, Henrique Meirelles e Álvaro Dias e qual a posição de cada um nesse embate. Em tempo de tanta intolerância, declarar voto e apoio a qualquer um dos dois parece hoje um grave risco. A intolerância já superou, de longe, o respeito à liberdade de opinião. 

Franciscanos

A candidata a deputada federal, Heloísa Helena (Rede Sustentabili­dade) e o candidato ao Senado, Rodrigo Cunha (PSDB), fazem campanhas franciscanas. Poucos recursos, muito corpo a corpo nas ruas, olho no olho com o eleitor, voluntários e coragem para enfrentar candidaturas cheias de dinheiro e poder político. 

Marina Silva, em Maceió

A candidata a presidente pela Rede Sustentabilidade, Marina Silva, passou por Maceió em sua agenda de campanha e fez um apelo aos alagoanos: “votem em Heloísa Helena para deputada federal, ela orgulha Alagoas e o Brasil”.

Sem mi-mi-mi

O ex-governador Teotonio tem todos os motivos do mundo para dar seu segundo voto ao Senado a Benedito de Lira. Em 2010, Biu foi seu companheiro de chapa majoritária, ajudou muito o seu segundo governo viabilizando recursos e projetos para Alagoas, e na eleição deste ano está numa coligação com o PSDB, além de ser eleitor de Geraldo Alckmin, candidato tucano à presidência do país e amigo pessoal do ex-governador alagoano.

O primeiro voto de Teotonio para senador, é de Rodrigo Cunha. 

“Renan, não”

O prefeito de Maceió e presidente do PSDB de Alagoas, Rui Palmeira, levantou há cerca de dez dias uma campanha contra a reeleição do senador Renan Calheiros (MDB). O mote, “Renan, não”, é pelos 14 inquéritos que Renan responde por corrupção na Lava Jato. 


Atrás das grades

A Revista Painel Alagoas mostrou, em sua edição passada  a falta de ressocialização no sistema prisional de Alagoas, as dores e a desesperança de quem vive atrás das grades.

Familiares de presos revelam dificuldades e cobram posicionamento do Poder Judiciário na agilização das questões processuais.

São mais de 4.500 pessoas vivendo nos presídios alagoanos, um número que indica superlotação no sistema.

Especialistas em segurança pública, membros de órgãos públicos e a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil avaliam as condições e a forma de gestão nesses locais, e o resultado revela que falta humanização e perspectivas de avanço para a inclusão de quem deixa a prisão após cumprir sua pena.


*Publicado originalmente na Coluna Palanque da edição 21 da Revista Painel Alagoas


Painel Político por Redação

Notas e notícias sobre política e bastidores do poder

Todos os direitos reservados
- 2009-2018 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]