Dólar com. 5,366
IBovespa -1,18
27 de setembro de 2020
min. 22º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Bolsonaro recebe alta após cirurgia para retirada de cálculo na bexiga
24/08/2020 às 11h17

Blogs

Pandemia da Covid longe do fim


A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou no início deste mês de agosto, que a pandemia do novo coronavírus será provavelmente "muito longa". Seis meses depois de declarar a emergência internacional, o comitê de emergência da OMS destacou que "continua avaliando como muito elevado o nível de perigo global [provocado] pela covid-19".


O comunicado foi anunciado no último dia 31 de julho, após a quarta reunião do comitê de emergência da OMS. A nota da entidade também reforçou "o perigo de que a resposta diminua em um contexto de pressões socioeconômicas". Está previsto que o comitê volte a se reunir em três meses.


A pandemia provocou a morte de pelo menos 680 mil pessoas no mundo e infectou mais de 17,6 milhões, segundo contagem feita pela AFP com base no levantamento da Universidade Johns Hopkins, dos EUA.


Em todo o mundo, três países já superaram a marca de 1 milhão de diagnósticos: Estados Unidos (4,5 milhões), Brasil (2,6 milhões) e Índia (1,6 milhão).


A vacina ainda está longe de acontecer, apesar de todos os esforços empreendidos para isso.


Ao menos nove países que trabalham para desenvolver uma vacina eficaz contra  o coronavírus Sars-Cov-2 já testam em humanos, segundo a atualização mais recente da Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas apenas o Reino Unido, a China e os Estados Unidos chegaram à terceira e última etapa.


Além desses países, a Índia é responsável por mais três candidatas nas fases 1 e 2. A Austrália e a Alemanha têm mais duas promissoras vacinas ainda em estágios iniciais dos ensaios, assim como a Rússia e o Japão, com uma cada, diz  a OMS.


Segundo a agência de saúde da ONU, são atualmente 164 pesquisas em desenvolvimento. Destas, 25 já em estágio clínico mas apenas cinco na Fase 3. É somente depois desta prova, em um número maior de participantes, que uma vacina pode ou não ser licenciada e liberada para a comercialização.


Ou seja, enquanto esperamos a vacina, a prevenção continua sendo o distanciamento social e as recomendações do uso de máscara e higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel.


*Publicado como editorial da edição 39, da Revista Painel Alagoas


Painel Opinativo por Opinião & Expressão

Espaço para postagens de opinião e expressão dos internautas

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]