Dólar com. 5,324
IBovespa 0,88
15 de julho de 2020
min. 23º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Samu Alagoas registra mais de 48 mil ocorrências no primeiro semestre de 2020
05/06/2020 às 00h00

Blogs

Meio ambiente: a hora é agora

Dia Mundial do Meio Ambiente 2020 pede por ações em tempo integral, grandes e pequenas, pelas pessoas e pelo planeta


José Renato Demian Ferreira* 

5 de junho é o Dia Mundial do Meio Ambiente. Embora o novo coronavírus esteja dominando manchetes, pensamentos e nossa atenção, é agora o momento de promover a conscientização e a ação em prol do meio ambiente. A pandemia é um lembrete da vulnerabilidade dos seres humanos e do planeta diante das ameaças globais. Nesta hora cabe a pergunta: será que se tivéssemos cumprido um pouco mais dos objetivos de desenvolvimento sustentável e de mudanças do clima, enfrentaríamos melhor esse desafio? A resposta soa bem óbvia, concordam?

Sob o tema Biodiversidade, o Dia Mundial do Meio Ambiente 2020 pede por ações em tempo integral, grandes e pequenas, pelas pessoas e pelo planeta. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), com um milhão de espécies de plantas e animais em extinção, nunca houve um momento mais importante para focar na questão da biodiversidade. O próximo ano também oferece uma oportunidade para acelerar o início da Década das Nações Unidas sobre Restauração de Ecossistemas (2021-2030), com o objetivo de ampliar massivamente a restauração de ecossistemas degradados e destruídos para combater a crise climática e melhorar a segurança alimentar, o suprimento de água e a biodiversidade.

Já que o mundo se apressa para planejar uma recuperação pós-pandemia, é correto afirmar que se trata de oportunidade única de chamar a atenção para a necessidade de reconstrução de um planeta melhor. Os riscos enfrentados por ignorarmos as ameaças de destruição ambiental devem ser entendidos e endereçados com proteções e políticas ambientais, por todas as instâncias. Por conglomerar diversas pessoas, as empresas acabam sendo um bom caminho para a conscientização dos impactos ao meio ambiente. E afirmo que, felizmente, muitas organizações já possuem planos ecológicos na política de boas ações. Nossa empresa é uma delas porque busca não apenas ter práticas saudáveis internamente, mas também produzir produtos robustos, duráveis e ecológicos.

O que todos já sabem, mas vale sempre reforçar

Dentre os principais problemas que afetam o meio ambiente, podemos destacar o descarte inadequado de lixo, a falta de coleta seletiva e de projetos de reciclagem, consumo exagerado de recursos naturais, desmatamento, inserção de espécies exóticas, uso de combustíveis fósseis, desperdício de água e esgotamento do solo. Esses pênaltis – e outros – poderiam ser evitados se os governantes e a população se conscientizassem da importância do uso correto e moderado dos recursos naturais. Apesar de sabermos que a mudança deve acontecer em escala mundial e que apenas uma pessoa não consegue mudar o mundo, é fundamental que cada um faça a sua parte e que toda a sociedade reivindique o cumprimento das leis ambientais.

Como parte desse todo, podemos destacar a cidadania e o consumo consciente como importantes ferramentas do processo. Quando temos isso como foco, a noção de direitos e deveres transcende meros interesses individuais para traduzir uma nova visão de mundo, que reflete a responsabilidade de cada pessoa na construção de valores coletivos plenos, plurais e democráticos que assegurem o bem-estar humano e o respeito a todas as formas de vidas em suas mais variadas manifestações.

Portanto, todos devemos assumir uma postura de responsabilidade ambiental, nos valendo de sentimentos e atitudes nobres como a cidadania e o consumo consciente, pois só assim conseguiremos mudar o quadro atual. E a hora é agora. É sempre agora...


*José Renato Demian Ferreira é Diretor Geral da JactoClean


Painel Opinativo por Opinião & Expressão

Espaço para postagens de opinião e expressão dos internautas

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]