Dólar com. 5,366
IBovespa -1,18
27 de setembro de 2020
min. 22º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Bolsonaro recebe alta após cirurgia para retirada de cálculo na bexiga
14/09/2020 às 17h41

Blogs

S.O.S.

OneVoxPressBrasil/reprodução

Desde pequeno, adoro “mato”. Minha avó Afra tinha 1 único irmão, tio Jorge, que tinha a fazenda Vale Alegre, em Joaquim Gomes. Adorava sempre que íamos. Da mesa farta às 5 da manhã, com tudo que se possa imaginar. Tia Íris nos “entupia” de comida, e com carga total de energia, era banho de bica no meio do pedaço de floresta que ele mantinha lá. Adorava, ficava horas observando árvores e animais, ou cavalgar, tinha até 1 cavalo pra “chamar de meu”. Putz, eu me achava.

Se nas férias do meio do ano era no interior, o verão era em Porto de Pedras, origem do lado materno da família. Lá também, o contacto com a Natureza era constante. Se não estivesse na Crôa do Tubarão, onde quilômetro de areia fica descoberto na “maré baixa”, ou nos coqueirais, tanto na praia quanto no morro, onde fica o centenário cemitério, com incrível visão da praia. Também adorava subir entre enormes árvores e pés de mangaba para chegar ao impressionante farol, tanto quanto sua vista, com o encontro do rio Tatuamunha com o Atlântico. Eram 2 meses que só ia em casa para comer, tomar banho e dormir.

Silas Ismael/acervo pessoal/reprodução

Desde então, e sempre, procurei estar em contacto com o Meio Ambiente, até quando morei em São Paulo, visitando parques e jardins. E o mar, quando podia. E por gostar tanto, ler, pesquisar, me informar sobre qualquer assunto que tenha Natureza, Meio Ambiente, animais, poluição, crimes ambientais... me cham atenção. Como já publiquei, e com tantas informações sobre a importância de preservar o planeta para preservar a Vida, inclusive humana, é impossível dizer “eita, não sabia”. Em todos os Meios de Comunicação, inclusive Internet, tudo que acontece é transmitido em tempo real.

Lávia Davies/RedeContraFogo/reprodução

E o que não tem faltado é notícia ruim, péssimas. Tanto pelos fenômenos naturais, quanto pela ação do homem, poluição vem comprometendo a saúde de rios e mares, desmatamento de florestas e outros biomas igualmente importantes, causando a morte de milhões de animais, extinguindo várias espécies, inclusive... o Meio Ambiente arde em vários lugares do mundo. Na Austrália, na Califórnia, sem esquecer recente fogo na África, Ásia, Rússia.

E o pior, a maioria destes incêndios é consequência da ganância e ignorância humanas (sic!). Pelo que tenho acompanhado, milhares de focos simultaneamente matam a Amazônica, assim como no Pantanal Mato-grossense, ou na Chapada dos Guimarães, ou na Serra da Bocaina, santuários ecológicos que tive a chance de conhecer e morar por alguns meses, gravando novelas. Lembro bem de como me sentia bem quando as cenas eram no meio das árvores, sob o céu e o sol., ou a lua.

Stephen Lam/Reuters/reprodução

Mas infelizmente, tenho ficado muito mal com as desgraças que a Imprensa tem transmitido. Cenas de animais mortos, queimados, machucados, me fazem muito mal, inclusive imaginando como os que sobreviverem sobreviverão, sem água, comida. Muito triste mesmo. Bem desconfortável só em procurar fotos para ilustrar esta postagem. Tanto que só peguei algumas poucas.

Também seguem me fazendo mal as fotos que miseráveis caçadores postam com elefantes, onças, leões, mortos e exibidos como troféu. Fico pensando que o grau de ignorância é tão grande que estes malditos não tem vergonha em se eternizarem diante do mundo desta forma, agredindo e matando o planeta, comprometendo a integridade e a sobrevivência das espécies, inclusive a nossa, única dotada de inteligência racional. Mas infelizmente, raciocínio anda em falta no comportamento das pessoas.

Saeed Khan/reprodução

Aproveito para confirmar meu agradecimento aos brigadistas, bombeiros, Veterinários, voluntários... que vem se arriscando em defesa da Vida.

Mas o pior mesmo, que contribui com estes absurdos crimes ambientais contra a humanidade vai muito além do ataque de latifundiários que desmatam e queimam a floresta para plantar, criar gado e conquistarem + poder, + dinheiro. Os meios governamentais de defesa do Meio Ambiente estão sendo desmontados, deixando o futuro do planeta enfrentando graves, sérios e irreversíveis riscos. Manter a fé e dar minha opinião é o que me resta. Que a Existência nos salve!!!


Fonte: Felipe Camelo


Felipe Camelo por Felipe Camelo

 Jornalista formado no Rio de Janeiro. Em Alagoas, passou pelas principais redações de jornais e portais .Tem em sua história profissional a cobertura de vários eventos importantes festivos e culturais em Maceió e outras cidades. É um apaixonado por fotografia. Para Felipe, “fotografar significa congelar o tempo”.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]