Dólar com. 5.7055
IBovespa -1.4
27 de outubro de 2020
min. 24º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Segunda etapa da vacinação contra raiva imuniza cães e gatos no próximo sábado
05/10/2020 às 06h00

Blogs

Torcicolo

Existem alguns tipos de torcicolo, entre eles, temos o torcicolo congênito, que é quando a criança nasce com uma contratura do músculo na região cervical (pescoço), alterações da coluna cervical entre a primeira e segunda vertebra cervical. Entretanto, falaremos aqui da forma mais frequente de torcicolo no nosso dia a dia. 

Torcicolo é caracterizado por uma dor na região cervical (pescoço), normalmente decorrente de uma contratura muscular ou espasmo muscular, associada à dor, a qual apresenta também limitação dos movimentos. Na maioria das vezes, o músculo comprometido no torcicolo é o esternocleidomastoideo. 

Frequentemente o torcicolo é decorrente de uma má postura ao dormir, ou ao realizar uma atividade laboral ou recreativa, como utilizar o computador, o celular, tensões emocionais e movimento brusco, entre outras. 

Como sintomatologia o paciente pode apresentar principalmente dor de leve a severa intensidade na região do pescoço, a cabeça normalmente fica virada para um lado, enquanto o mento (queixo) fica voltado para o outro lado, dificuldade/limitação dos movimentos da cabeça, rigidez na topografia de um dos músculos esternocleidomastoideos . O torcicolo pode perdurar durante 3 a 5 dias. 

O tratamento do torcicolo na urgência é realizado através do uso de um colar cervical associado a uso de anti-inflamatório, analgésico e miorrelaxante.  Recomenda-se realizar calor local e encaminhamento para fisioterapia. 

DICAS: 

1.Posição correta para dormir. 

A – Decúbito Lateral (de lado) com o travesseiro que preencha a distância entre a cabeça e a cama (não muito alto e nem muito baixo), flexão do joelho com uma almofada entre eles. 

B – Decúbito Dorsal (barriga para cima) com flexão dos joelhos, a almofada abaixo deles (joelhos) e um travesseiro com adaptação para sua cabeça manter a coluna cervical em posição anatomo-fisiológica com a região do dorso. 

2.Atividade para alongamento da musculatura do pescoço, em especial realizá-las no local de trabalho, ou antes, e após atividade física. 

3.Mantenha sempre um equilíbrio muscular generalizado mediante técnicas e, ou, procedimentos realizados, como pilates. 

4.Evite Ganho de Peso Corporal. 

5.Procure um ortopedista para afastar outras hipóteses diagnósticas como um tumor ou alteração da tireóide.


Dr. Rogério por Dr. Rogério Barboza

Rogério Barboza da Silva é alagoano, médico ortopedista. É preceptor de  residência médica em ortopedia e traumatologia do Hospital Veredas. Coordena a Liga Acadêmica de Ortopedia e Traumatologia (LAORTT/UNIT) e o Núcleo de Assistência do Pé Torto(NAPTC). É Professor Especialista do  curso de medicina da UNIT/AL.

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]