Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
19 de agosto de 2019
min. 23º máx. 28º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Defesa Civil Municipal monitora chuvas em Maceió
08/07/2019 às 00h01

Blogs

Como surgiu a festa junina?

Os festejos no Brasil surgiram em junho com a celebração dos índios à agricultura, uma população do campo que comemorava os seus proveitos com muita dança e comida típica.  Com a chegada dos jesuítas portugueses no mesmo período, a festa se fundiu com o cristianismo. Daí a homenagem a Santo Antônio, São João e São Pedro. A contribuição folclórica é, portanto, multicultural. A dança coreografada (quadrilha) veio da França, a fogueira dos índios e os quitutes é uma mistura da nossa mandioca, batata-doce e amendoim com o bolo de fubá, quentão entre outras delícias portuguesas.  Há teses que envolvem influências de outras regiões europeias e o solstício de verão à festa junina, mas isso é assunto para os historiadores.  

As roupas trazidas dos salões nobres pela família real não aguentaram o clima tropical, tampouco as circunstâncias reais em que elas seriam expostas.  Precisou se adequar a realidade brasileira, encurtando-as e retirando volumes de suas anáguas. Com o tempo a vestimenta foi tomando forma de chita. Os homens adotaram a calça curta e, o remendo que remete a lavoura até hoje tem seu valor.  O chapéu de palha e as sandálias de couro foram alternativas encontradas para driblar o calor, especialmente no nordeste onde a tradição se consolidou.  Em outra vertente, especialistas confere o famoso traje ao Jeca Tatu, personagem acendido por Monteiro Lobato.

Com a grande repercussão da festa, os fashionistas foram agregando e customizando alguns elementos (roupas e acessórios) para satisfazer os diversos estilos e locações sofisticadas.  Os tecidos nobres como seda, cetim e tafetá, assim como belos adornos de cabeça são encontrados no mercado de luxo, retomando em parte o conceito à ela atribuída nos grandes salões europeus.  

Os ritmos do nordeste brasileiro são tão contagiantes que as festividades se estenderam até  julho, também em outros estados.

     

Estou no Instagram @luciahmsaraiva 

                                                                                       


A Arte De Ser Você por Lucinha Saraiva

Profissional de Marketing Pessoal e Marketing Empresarial, atuou em estratégia colaborativa de negociação, ministrou etiqueta social, orientou e acompanhou eventos corporativos entre outras demandas solicitadas por empresas contratadas. Atualmente é consultora de Imagem e Estilo com conhecimento em moda e colorimetria . Criou "A Arte de Ser Você” com o propósito de ajudar as pessoas na autoestima, através de elementos simples e acessíveis.

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]